Gota de adoçante


Tô aqui meio sentada, meio deitada na cama olhando o Word em branco. Feito papel, poderia preencher cada um desses espacinhos vazios com palavras idiotas. Poderia dizer o quão importante foi você na minha vida e o quão diferente eu fiquei depois de você ir embora. Foi estranho, sabe? Nunca imaginei que alguém pudesse invadir, bagunçar e revirar cada um dos meus sentimentos. Você foi turbilhão quando eu queria calmaria, foi tempestade quando eu queria maresia. 

Lembro de cada minuto ao seu lado, de cada "bom dia, gatinha" de manhã - e do quanto eu odiava apelidos assim, mas de como eles soavam tão deliciosos quando você era quem os pronunciava. Lembro das vezes em que me deu as mãos prometendo que tudo ficaria bem, de quando secou minhas lágrimas e com um beijo na testa me disse "até logo". Você foi aquela última gota de adoçante no café que no começo deixa tudo mais gostoso, mas aos pouquinhos vai se tornando enjoativo.

Nós fomos feitos para o amor, eu sempre soube.

Até logo. Foi assim, singular. Nós sabíamos que insitir não mudaria nada, que continuar remando contra a maré não nos levaria a lugar nenhum. Decidimos nosso futuro numa quarta-feita nublada. "Vê se não me esquece, e pode ligar se estiver com saudades."

Nós fomos feitos para o amor, eu sempre soube.
Mas não fomos feitos um para o outro, nós descobrimos.

2 comentários:

  1. Um texto lindo e ao mesmo tempo triste :/
    Apenas amei, sem mais *-*
    beijos
    Ganurb

    ResponderExcluir
  2. Ah que lindooooo!!!!

    www.byanak.com.br

    ResponderExcluir

Ei, obrigada! :)

-Retribuirei seu comentário!