Domingo do Leitor #01

Por: William Iuri.

William é carioca, com seus 14 anos. Estuda e diz ser apaixonado pela vida, família e por "ela".
Também afirma ser um menino como outro qualquer, que sofre com a "maldição das espinhas" e que morre de vergonha por ser tímido.
Sempre gostou de ler, escrever e desenhar, por isso é (e foi) sempre alvo de fofoca e já sofreu bullying. Acha que seus textos são fúteis e sem inspiração e não consegue acreditar em si mesmo.


--------------------------------
Autor: John Boyne

Ano: 2007
Total de Páginas:
ISBN: 9788535911121 
Editora: Cia. Das Letras


Bruno tem nove anos e não sabe nada sobre o Holocausto e a Solução Final contra os judeus. Também não faz ideia de que seu país está em guerra com boa parte da Europa, e muito menos de que sua família está envolvida no conflito. Na verdade, Bruno sabe apenas que foi obrigado a abandonar a espaçosa casa em que vivia em Berlim e mudar-se para uma região desolada, onde ele não tem ninguém para brincar nem nada para fazer. Da janela do quarto, Bruno pode ver uma cerca, e, para além dela, centenas de pessoas de pijama, que sempre o deixam com um frio na barriga.
Em uma de suas andanças Bruno conhece Samuel, um garoto do outro lado da cerca que curiosamente nasceu no mesmo dia que ele. Conforme a amizade dos dois se intensifica, Bruno vai aos poucos tentando elucidar o mistério que ronda as atividades de seu pai. O menino do pijama listrado é uma fábula sobre amizade em tempos de guerra, e sobre o que acontece quando a inocência é colocada diante de um monstro terrível e inimaginável.

Achei o livro esplêndido, ainda mais, porque ele foge completamente das expectativas. Personagens fascinantes, que te acorrentam a sua história individual.
O que mais me impressiona, é como Bruno trata seus problemas e da forma que ele os encara. Com sua ingenuidade, realmente não sabia da crise em seu país, e pior... Que uma pessoa muito próxima, era um dos colaboradores para que isso acontecesse.

Em meio a Segunda Guerra Mundial, o caos no mundo nada significava para esse inocente menino, que só estava à procura de algo bom a se fazer, alguém que pudesse brincar.
Seu final, realmente é surpreendente, e foge de tudo o que possamos imaginar. 
Recomendo a leitura, porque depois desse livro, passei a enxergar melhor a vida, e suas virtudes. A saber, a dar valor aos nossos amigos, e preservar nossa ingenuidade ao máximo, mesmo que isso nos custe à vida.

Mostra que a inocência de uma criança é a coisa mais linda que existe, porque com ela sim, podemos viver, sem medo das consequências. Sem medo de lutar pela vida. Sem medo de sorrir.
--------------------------------

E então, o que acharam da resenha do William? Eu amei! :)
E agora vou apelar... Quem tem este livro está disposto/a a me emprestar (eu vou devolver depois, tá?!) ? *-*
Se sim, deixem seu e-mail aí nos comentários que eu entro em contato para a gente conversar depois!

4 comentários:

  1. Muito interessante o blog !

    É bom ver cada dia que passa mais originalidade nessa Blogosfera
    HAHA ;) !

    Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir...;

    www.bolgdoano.blogspot.com

    Muito Obrigada, desde já !

    ResponderExcluir
  2. Já li esse livro e me emocionei. O final mesmo sendo triste nos leva a uma reflexão.

    ótima dica!!

    ResponderExcluir
  3. Eu apenas comecei a ler o livro
    Mas não tive tempo de terminar
    Também estou atrás de alguém que me empreste xDD
    Adorei o Willian, a mensagem que ele capta desse livro é muito boa
    Um beijão Amanda!
    http://ondevaoasnuvens.blogspot.com

    ResponderExcluir

Ei, obrigada! :)

-Retribuirei seu comentário!